Infeções vaginais e antibióticos

Infeções vaginais podem ser causadas por muitos fatores. Uma causa comum destas infeções é a utilização de antibióticos. Saiba mais como os antibióticos podem perturbar o seu equilíbrio vaginal e prevenir desconfortos vaginais provenientes de efeitos secundários do tratamento com antibióticos.

Como funciona um antibiótico

Antibióticos são um grupo de medicamentos que atuam a eliminar bactérias ou fazem com que estas parem de se desenvolver, de forma a parar infeções e ajudar o corpo a combater a doença. Este tipo de medicamentos são frequentemente utilizados para tudo, desde dores de garganta a infeções em órgãos. Apesar de os antibióticos serem bastante eficazes e um grupo seguro de medicamentos, eles não atuam de forma seletiva – o que significa que não eliminam apenas as bactérias que atacam o nosso corpo, eles também reduzem o número de bactérias saudáveis que vivem normalmente no nosso corpo. Estas bactérias saudáveis não causam problemas, e são muitas vezes benéficas para a nossa saúde. Eliminar estas bactérias é um efeito secundário reconhecido como não benéfico do tratamento com antibióticos.

Infeções vaginais após a toma de antibióticos

Reduzir o número de bactérias saudáveis oferece espaço para que as bactérias nocivas e fungos se desenvolvam. É por isto que é comum as mulheres terem vaginose bacteriana ou infeções vaginais fúngicas (candidíase) logo após, ou até mesmo durante, a toma de antibióticos. Também acontece regularmente que a mulher utilize antibióticos para tratar uma infeção vaginal existente, mas após a infeção inicial ser tratada, um problema secundário pode surgir. Isto acontece porque a flora vaginal fica danificada após a toma de antibióticos, resultando no aumento do risco de recorrência de vaginose bacteriana ou infeção vaginal fúngica (candidíase) que poderá necessitar de tratamento adicional.

Para que se possa proteger de infeções vaginais causadas por antibióticos, use um produto que contenha prebióticos. Os prebióticos estimulam o crescimento das bactérias saudáveis, ajudando a flora vaginal a recuperar. Assim, os prebióticos podem ajudar a prevenir infeções vaginais causadas por antibióticos ou outros fatores, e podem acelerar a recuperação após os sintomas já terem surgido.


"Reduzir o número de bactérias saudáveis oferece espaço para que as bactérias nocivas e fungos se desenvolvam. É por isto que é comum as mulheres terem vaginose bacteriana ou infeções vaginais fúngicas (candidíase) logo após, ou até mesmo durante, a toma de antibióticos."