Visitar o ginecologista

Visitar o ginecologista é parte da vida da mulher. Durante o período reprodutivo, a mulher deve visitar o seu médico quantas vezes necessitar. Mulheres grávidas por outro lado, devem ter consultas regulares de check-up. Se não se sentir confortável com um exame ginecológico, ou se está a preparar-se para a primeira visita, veja a lista de coisas que poderá esperar quando visita o ginecologista.

Histórico médico

Em primeiro lugar, o médico ou enfermeira irá colocar uma série de questões para determinar o seu histórico médico com a maior precisão possível. Estas irão incluir perguntas sobre a sua saúde em geral, problemas crónicos ou genéticos, bem como sobre o estilo de vida e hábitos, como fumar ou beber. Irão provavelmente perguntar sobre o seu ciclo menstrual, quando teve o seu primeiro período, quão regulares são os seus ciclos e se tem dores fortes durante a menstruação. As questões irão também debruçar-se sobre se tem uma DST, tratamentos anteriores ou se usa contracetivos. Não seja tímida – toda a informação que partilhar com o médico é confidencial e irá ajudar a criar um cenário mais preciso sobre a sua saúde reprodutora. Se tiver alguma dúvida, essa será a altura correta para as colocar.

Exame ginecológico

Irão pedir para que retire a sua roupa interior, se sente na maca de exame e ponha as suas pernas nos suportes apropriados, para que fiquem afastadas, permitindo que o médico faça o exame à sua área íntima. Respire fundo e tente manter-se o mais confortável possível – o mais importante é relaxar. Assim o exame será apenas um pouco desconfortável e sem dor.

O exame em si consiste na inspeção visual do exterior e na inserção de um espéculo (ferramenta metálica que abre a vagina e mantem-na aberta durante o exame). O médico irá manualmente inspecionar a vagina, útero e ovários, e depois esfrega uma amostra vaginal ou cervical. A amostra permite analisar detalhadamente a flora vaginal e possíveis infeções.

Exame Papanicolau

O check-up pode incluir um exame papanicolau (conhecido como papanicolau ou exame de raspagem), que pode detetar alterações no cérvix pré-cancerígenas e cancerígenas. O médico irá retirar uma amostra do cérvix, que será posteriormente analisada sobre um microscópio para detetar anormalidades.

Exame a DST’s

Todas as mulheres sexualmente ativas devem ser regularmente testadas a DST’s – alguns destes testes são feitos através de amostras vaginais, enquanto outras são feitas através de análises ao sangue.

No fim, o médico irá explicar os resultados dos testes que realizou, prescrever tratamento apropriado, explicar a toma do tratamento e alguma alteração no estilo de vida que deverá (temporariamente ou permanentemente) realizar. Se tiver questões ou preocupações, não hesite em questionar. O seu profissional médico deverá ser educado, paciente e aberto a questões.


"Respire fundo e tente manter-se o mais confortável possível – o mais importante é relaxar. Assim o exame será apenas um pouco desconfortável e sem dor."