Dor vaginal

Quando a dor vaginal surge, é maioritariamente devido a uma infeção. Contudo, dor na área íntima pode também ser causada por irritação, secura vaginal e alterações hormonais. Outros sintomas que podem ocorrer ao mesmo tempo que dor são prurido, ardor, sensibilidade e sensação latejante.

Algumas das causas mais comuns de dor vaginal incluem:

  • Infeção vaginal fúngica (candidíase) – apesar de a candidíase não causar a dor, é causadora do prurido. Coçar a área íntima pode danificar a pele e provocar inchaço, eventualmente resultando em dor e sensibilidade. Em caso de ser propensa a infeções vaginais fúngicas (candidíase) ou está a tomar antibióticos, utilize um produto com prebióticos em paralelo que estimule as bactérias saudáveis e reduza o risco de infeção.
  • Irritação – utilizar produtos que contenham detergentes nocivos, químicos, fragâncias ou corantes podem irritar a pele e causar inflamação, resultando em inchaço, dor e sensibilidade na área íntima. Evite produtos que possam conter esses ingredientes como sabão, banhos de espuma, sprays vaginais, loções e cremes para o corpo.
  • Utilizar antibióticos ou medicação com esteróides. Este grupo de medicamentos pode aumentar o risco de desenvolver uma infeção vaginal fúngica (candidíase).
  • Gravidez. Enquanto está grávida, as mulheres são mais propensas a desenvolver infeções vaginais fúngicas (candidíase) e dor vaginal derivada do inchaço.
  • Algumas DST’s (doenças sexualmente transmissíveis).
  • Secura vaginal. Quando a vagina não recebe lubrificação natural suficiente, a penetração durante relações sexuais podem causar fricção e danos no tecido, resultando em inflamação e dor. Isto pode levar a perda de líbido ou deixar de apreciar relações sexuais. Se tiver secura vaginal, tente utilizar um hidratante ou lubrificante para aliviar os sintomas. Um hidratante é aplicado diariamente e tem um efeito duradouro, enquanto o lubrificante é colocado antes das relações sexuais e é eficaz durante apenas um curto período de tempo.
  • Atrofia vaginal. Este problema é causado pelo tecido vaginal ficar mais fino e menos elástico devido à redução dos níveis de estrogénio, que normalmente acontece na menopausa. As paredes vaginais que ficam finas e secas podem facilmente danificar-se e inflamar-se pela penetração, resultando em ardor e dor.