Desconfortos vaginais – necessito mesmo de ir ao médico?

Uma lista completa de desconfortos vaginais é longa, que pode ir de corrimento e odor, até à dor pélvica. Alguns destes sintomas são sinais de problemas menores que podem ser resolvidos utilizando produtos sem prescrição médica, enquanto outros necessitam de análise médica e tratamento específico. Veja alguns dos tipos mais comuns de desconfortos vaginais e o critério que pode ajudá-la a decidir se necessita de marcar uma consulta.

Alterações no corrimento

Corrimento normal é claro, esbranquiçado ou amarelado, pegajoso ou elástico, variando na quantidade e consistência dependendo de fatores como o ciclo menstrual, se estiver grávida ou durante as relações sexuais. Contudo, se reparar em alguma alteração repentina no corrimento como a cor, consistência (ex: corrimento espesso, idêntico a requeijão, poderá ser sinal de candidíase) ou quantidade (apesar de a quantidade do corrimento aumentar normalmente durante a ovulação ou quando se encontra sexualmente excitada, poderá ser um sinal de estar a desenvolver uma infeção), deve consultar um médico.

Odor

Apesar de cada vagina ter um odor único, se existir uma alteração significativa de odor em relação ao normal, pode ser causa de preocupação. Alguns tipos de odor são caraterísticos de certas infeções – por exemplo, cheiro a peixe é caraterístico da vaginose bacteriana.

Prurido

Prurido pode desenvolver-se como sintoma de uma infeção como vaginose bacteriana ou candidíase, mas também pode ser um sinal de irritação ou reação alérgica, por exemplo causadas por preservativos ou sprays. Neste caso, um produto natural calmante pode ajudar a aliviar a irritação e ajuda a pele a recuperar.


"Desconfortos vaginais podem ter várias causas, algumas mais sérias que outras."


Ardor

Idêntico a prurido, o ardor pode ser sinal de infeção ou um efeito secundário de irritação. Se utilizar um produto como loção ou sprays vaginais e se sentir uma sensação forte de ardor após, assegure-se que lava bem os resíduos o mais rapidamente possível para minimizar a irritação.

Dor

Dor enquanto urina pode ser indicativo de uma infeção urinária ou de uma infeção vaginal. Dor que ocorre durante as relações sexuais, podem ser um sinal de infeção, ou pode também indicar que sofre de endometriose, mas mais frequentemente é um efeito da secura vaginal. Isto é mais comum durante a menopausa, quando existe uma queda dos níveis de estrogénio, fazendo com que os tecidos vaginais se tornem mais finos e percam a sua elasticidade e lubrificação natural. Quando a vagina não tem a lubrificação suficiente, a penetração pode causar fricção e danos nos tecidos. Isto resulta em dor e até mesmo em infeções. Se sofrer de secura vaginal, tente aliviar os sintomas utilizando um hidratante vaginal ou lubrificante. Um hidratante é aplicado diariamente e proporciona um efeito a longo-prazo de alívio de dor e fricção, enquanto os lubrificantes são utilizados principalmente para as relações sexuais e têm um efeito a curto-prazo.


Desconfortos vaginais podem ter várias causas, algumas mais sérias que outras. Se reparar em algum sintoma mencionado ou outros sintomas anormais, deve consultar o seu médico para obter o tratamento específico.