Desconfortos íntimos externos

É seguro dizer que quase todas as mulheres experienciaram algum tipo de desconforto íntimo na zona externa – irritação, prurido vaginal, inchaço, vermelhidão, dor, sensibilidade, hemorróidas ou lesões nos tecidos sensíveis. Estes desconfortos ocorrem quando a pele não tem a capacidade de resistir a fatores externos nocivos, ou não recupera durante o período recomendável, e as lesões tornam-se cada vez mais graves.

Numerosos fatores podem causar irritação vaginal ou lesão nos tecidos, na zona sensível da área íntima:

  • Detergentes e químicos agressivos
  • Lavagens excessivas
  • Produtos de higiene inapropriados que removem a camada protetora superior da pele, o que interrompe a lubrificação natural e as propriedades de hidratação, expondo a região íntima a bactérias nocivas e irritantes
  • Fricção causada por roupas apertadas ou exercício físico
  • Sangue menstrual
  • Relações sexuais sem lubrificação suficiente
  • Certas infeções
  • Menopausa e alterações hormonais
  • Efeitos secundários de certos medicamentos
  • Constipações
  • Gravidez (pressão na região íntima aumenta o risco de fissuras anais ou hemorróidas)
  • Parto natural

Como prevenir desconfortos íntimos externos

Para prevenir que não se desenvolvam desconfortos ou minimizá-los caso esteja a experienciá-los, deverá:

  • Desenvolver bons hábitos de higiene. Não lave a sua vagina demasiadas vezes - use água ou produtos de limpeza íntima sem sabão ou detergentes, 1 vez por dia. Não utilize regularmente sabonetes, detergentes fortes ou produtos que contenham químicos fortes. Escolha produtos baseados em ingredientes naturais com pH ácido. Aplica-se o mesmo a pensos higiénicos – escolha aqueles que são direcionados para a área vaginal e que não contenham químicos agressivos, cores ou perfumes.
  • Evite utilizar calças de ganga apertadas, leggings e calções justos, roupa interior sintética durante longos períodos de tempo. Este tipo de roupa aumenta a temperatura na zona íntima e causam fricção mecânica, o que faz com que danifiquem a camada superior da pele, criando o ambiente perfeito para que os micróbios se desenvolvam.
  • Substitua os seus pensos higiénicos e tampões a cada 3-4 horas, antes de ir dormir e assim que se levanta de manhã.
  • Utilize papel higiénico sem cor, nem cheiro. Limpe-se de frente para trás.
  • Quando efetuar a depilação da sua zona íntima escolha uma técnica que não irrite a sua pele. Hidrate a pele antes de realizar a depilação e aplique um produto calmante após para prevenir a irritação.
  • Para secar a zona íntima, utilize sempre uma toalha suave e limpa. Passe suavemente, em vez de esfregar.
  • Se tiver secura vaginal, antes de realizar relações sexuais aplique um lubrificante ou hidratante vaginal.
  • Evite produtos que contenham fragâncias, cores, preservativos e outros aditivos que possam irritar a pele sensível da área vaginal.

Se experienciar algum sintoma na sua área íntima, escolha produtos naturais que aliviem e apoiem a recuperação da área danificada.