Como prevenir uma vagina com ardor

Uma vagina saudável é equilibrada – isto significa que milhões de bactérias vivem no ambiente vaginal e não se perturbam umas às outras, sendo essenciais para manter o corpo saudável. Contudo, assim que o equilíbrio é afetado, os sintomas desconfortáveis surgem, como a sensação de ardor e prurido. Uma vagina com ardor pode ser bastante desconfortável – por isso é fundamental que saiba como prevenir esta irritação e um problema doloroso.

O que causa uma vagina com ardor?

Uma sensação de ardor na zona íntima pode ser causada por vários fatores, onde se inclui:

  • Vaginose bacteriana
  • Infeção vaginal fúngica (candidíase)
  • Irritação causada por detergentes fortes, químicos, fragâncias, corantes, conservantes, etc.
  • Alergias
  • Atrofia vaginal – inflamação causada pela diminuição da espessura e encolhimento dos tecidos, bem como a falta de lubrificação. Este problema ocorre devido à falta de estrogénio, sendo mais frequente em mulheres na fase de menopausa.
  • Má higiene – pode ser excesso ou falta de higiene – lavar pode danificar a camada protetora da pele. Utilizar produtos de lavagem inapropriados pode também afetar a função protetora da pele.
  • Alterações no valor do pH da vagina
  • Antibióticos
  • Diabetes
  • Roupa interior sintética e roupas apertadas
  • Secura vaginal provoca fricção durante a penetração – isto poderá resultar em pequenos cortes na parede vaginal e na pele vulvar.
  • Irritação causada por preservativos, espermicidas, lubrificantes e até mesmo pelo esperma em algumas mulheres.

Prevenção é a chave

Aqui tem algumas recomendações que podem ajudar a proteger a sua vagina de irritações e ardor:

  • Hidrate antes de ter relações sexuais – lubrificação suficiente irá prevenir feridas, fricção e relações dolorosas. Utilize um hidratante vaginal para um efeito mais duradouro, ou um lubrificante à base de água antes de ter relações sexuais.
  • Se acha que a causa do seu desconforto pode ser alergia a uma determinada substância, tente identificar o que poderá ser irritante e evite produtos que contenham essa substância.
  • Utilize um produto que contenha prébióticos para manter e promover a saúde vaginal. Prébióticos promovem o crescimento das bactérias saudáveis, mantendo a flora vaginal equilibrada.
  • Evite produtos que contenham químicos, fragâncias, corantes, cores ou outros potenciais irritantes e alergénicos.
  • Abstenha-se de realizar relações sexuais enquanto possui esses sintomas, para que a sua vagina tenha tempo de recuperar.
  • Resista à necessidade de coçar a área irritada. Sabemos que poderá ser uma tarefa difícil, mas coçar irá piorar a situação, causando inchaço e ainda mais desconforto (isto refere-se essencialmente a problemas vulvares).
  • Limpe-se sempre da frente para trás, utilizando papel higiénico sem cheiro e cores.
  • Evite zonas de banho públicas, como piscinas e banheiras de spas.
  • Proteja-se durante as relações sexuais utilizando sempre um preservativo.
  • Escolha roupa interior de algodão, em vez de tecidos sintéticos. Utilize lingerie de renda e calças de ganga apertadas para ocasiões especiais, e limite-se a usá-las apenas algumas horas por dia.
  • Mude de pensos higiénicos e tampões a cada 3, 4 horas.