Higiene vaginal

A higiene vaginal é um dos fatores de prevenção de desconfortos vaginais. A área íntima tem uma flora microbiana específica, onde as bactérias positivas (produzem ácido láctico) mantendo o equilíbrio com as restantes bactérias. Os microrganismos que vivem no ambiente vaginal são sensíveis a antibióticos, sabão e outros químicos nocivos. Uma boa higiene vaginal ajuda a prevenir e apoia as bactérias positivas, mantém também um pH vaginal equilibrado para o seu crescimento. Desde que a higiene vaginal foi considerada, no geral, um tema complicado, nós criámos uma lista que irá ajudar a cuidar melhor da sua área íntima.

Lavar a sua vagina

Para um bom cuidado vaginal, pode lavar a sua área íntima uma vez por dia com água tépida ou com uma espuma/solução de lavagem suave que não contenha sabão, perfumes ou cor, e que tenha sido especialmente desenvolvida para aplicar na vagina. Mais, nem sempre é sinal de melhoria: lavar mais do que 1 vez por dia, ou utilizar sabonetes ou shampoos pode perturbar o equilíbrio da flora vaginal. Se não tiver nenhum produto de lavagem íntima disponível, é melhor utilizar apenas água. Se não lhe é possível tomar um banho ou duche (acampamento, viagens longas, etc.), é recomendável utilizar toalhitas íntimas que não contenham sabão/loções, perfumes ou químicos nocivos.

Prevenção e dicas de saúde

Higiene vaginal não é apenas lavagem. Existem muitos fatores que podem alterar o equilíbrio microbiano como por exemplo a atividade sexual, utilizar roupa interior sintética ou depilação. Não precisamos evitar sempre estes fatores, mas devemos ter consciência deles para tomar mais atenção aos cuidados vaginais quando são necessários. Existem diferentes formas de fazer a depilação, e os seus efeitos também são diferentes. O que a maioria deles tem em comum é o prurido e irritação na área íntima. Aparar é o método menos irritativo de depilação. Se a irritação ocorrer, use um produto natural que ajude a acalmar e suavizar a área afetada. Relações sexuais podem alterar o pH da vagina e consequentemente levar a um desequilíbrio da flora bacteriana, por isso é também uma boa ideia lavar a sua área íntima após relações sexuais não protegidas. Evite utilizar cuecas sintéticas, é preferível utilizar roupa interior de algodão pois permite que a pele respire. Quando se limpa após utilizar a sanita, deve sempre limpar da frente para trás, para evitar que as bactérias entrem na sua vagina. Durante a menstruação, mude de tampões, pensos higiénicos ou copo menstrual frequentemente.

Tome atenção à saúde da sua vagina

Saiba que as suas hormonas podem ter um impacto forte na flora vaginal. Infeções e desconfortos ocorrem mesmo nas mulheres que têm bons cuidados da sua área íntima. Se sentir dor, irritação ou prurido, deve visitar o seu médico ou ginecologista.


"Higiene vaginal não é apenas lavagem. Existem muitos fatores que podem alterar o equilíbrio microbiano como atividade sexual, utilizar roupa interior sintética ou depilação."